domingo, 12 de março de 2017

firmamento de arita

remoído interno
inverno na alma
às vezes...

noutras primavera alucina
venta não do norte todavia
espia rebuliço
memória afina...

retina espelha azul outonal
março fecha estação
coração desvaira
paira firmamento de arita...

saudade rasga
olhar goteja
presa garganta não grita...

oh... abraço não mais chega
fica jeito assim quase distraído
mel no gosto da lembrança...