quarta-feira, 7 de setembro de 2016

independência

frio presente quase sempre
dia da independência...

chuva...vento...
primavera chegando...

da memória também ventam
outros sete de setembro...

presente escolhido
embrulhado no capricho...

mas... há que se esperar
depois do abraço
pai não tem pressa de desembrulhar...

dia de aniversário
dele e do brasil
independência na ação
essa a grande lição...

era assim o seu agir
não por acaso talvez
dia escolhido pra nascer...


terça-feira, 6 de setembro de 2016

sentido da vida

insisto em explicar
no engano
não sou a mãe
sou a filha...

insisto na crença
na inspiração
da sempre leal ação...

insisto na verdade dos laços
na chama dos abraços de uma vida...

insisto na procura do brilho
do olhar hoje turvado...

insisto no aprender
na bênção da proximidade
no cansaço da dedicação
no desentendimento da lida
no entendimento do sentido da vida...

domingo, 4 de setembro de 2016

manhã de domingo

chuva insiste
persiste
lava devagarinho
alma...

acalma coração
incentiva esperança
dança dos finos pingos
manhã de domingo...

cheiro da cozinha vem
hum... promete sabor
memória se alonga
encontra sussurros
de antigas manhãs...