terça-feira, 12 de abril de 2016

união com o universo

corpo um tanto cansado
olhos quase adormecidos
não fazem diferença
lúcido espírito vigia
na companhia das estrelas
encontradas na noite abençoada...

bendito despertar nas alturas
figuras desencontradas não ferem a madrugada
pasmadas de espanto se embaralham
se calam
ou gritam desamparadas
não entendem mais nada...

por certo entendimento não se faz
a quem não o merece
crescem olhos esbugalhados
assombrados...

por detrás das nuvens sol se mostra devagar
pegar nas mãos a vida
fazê-la forte
descontraída
na lida
na comemoração
em total união com o universo...

Nenhum comentário: