quarta-feira, 2 de setembro de 2015

nos braços do sonho

nos braços do sonho adormeci
cresci
lutei
fiz
ganhei
perdi
chorei
amei
acalentei
compreendi...

nos braços do sonho raízes lancei
abracei tempo de espera
cingi cintura da perseverança
lutei batalhas severas
sufoquei nó da garganta...

então... gritei
bradei enlouquecida
sim... eu vivo
eu me amo
eu amo a vida...

nos braços do sonho agradeci
se chorei... não mais sei...
certo lutei
conquistei
venci...

Nenhum comentário: