quarta-feira, 29 de abril de 2015

certeza de abril

um pouquinho mais
abril se vai
no tempo...

leva alegria
ousadia
certeza
vida tem dores
tem sabores
tem perfume
tem rumores
mas vida não fica presa...

silencio

silencio
a escutar internas palavras...

silencio
a orar na escolha...

silencio
no caminho
no doce amargo da fatia
na vida que sempre inicia...

silencio
na percepção da leveza
na doçura do olhar
no mudo abraço
no afeto não dito
no infinito na palma da mão
no brotar da semente
na gratidão presente...

domingo, 26 de abril de 2015

ampla luz desfaz escuridão

indizível energia
inexplicável força
inefável vontade
inarrável quietude
inexprimível contentamento
intraduzível entendimento...

imagens relegadas
palavras não revelam profundo sentido
entrelaçam-se na esperança de decifrar
de verdadeiramente descortinar poder
a nós legado
a nós concedido
por nós negado
por nós desconhecido...

ampla luz desfaz escuridão
basta desaferrolhar velha fechadura
do desentendimento
da descrença
dar liberdade ao abraço infinito
à sabedoria
à simples alegria...

sexta-feira, 24 de abril de 2015

simplicidade abraça momento

simplicidade teima
amplia morada
aprofunda sentido
do verbo
da ação
do viver de significado...

simplicidade abraça momento
vivo
presente
pra além do tempo...

em vão amarguras
mágoas
descrenças
orgulhos
desavenças...

simplicidade abraça momento
enlaçados geram força
no silêncio
na verdade em movimento...

terça-feira, 21 de abril de 2015

minuano desadormecido

aos poucos
em disfarce sopra...

não quer assustar
apenas brinca de refrescar...

no céu azulmente lindo
nuvens cavalgam desejos...

bocejo de tarde iniciada
abandono de feriado...

leve arrepio
sabor de tempo mudado...

gato enrolado
espia movimento...

leitura mostra sentido
minuano desadormecido...


sábado, 18 de abril de 2015

frescor de outono

teimo não crer
pé fica gelado
frescor de outono
lua nova em noite de chuva
hoje dia ensolarado...

azul...azul a cobrir-me
de céu
manto inefável
brinca de doce esperança
embalo emocionado...

bendito em claridade
momento de concretude
atitude em movimento
na poesia sentimento...





quinta-feira, 16 de abril de 2015

alto abril

alto abril
tempos de colheita
espreita o sol
nubla o dia
tardia
ainda assim
mostra-se face
no meio da ventania...

da alma a luz
da vontade a esperança
na dança ampla em movimento
sedenta força concretiza o traço
no abraço
aquece a tarde fria..