domingo, 15 de março de 2015

não entenderei tudo

                                                                               photo by maude poesia


não entenderei tudo
humano anseio
infantil desejo
alheio conhecimento
mistério de si
junta-se ao cotidiano
empurra consciência
desabrocha em nova percepção...

assombram-se mente
coração
sentimentos desconectados
desamparados da certeza
ampliam-se outros saberes
inesperados
desesperados
inoportunos tantas vezes...

em volta crescem em bênçãos
sementes de tristeza florescida
enfeitam as salas
perfumam os quartos
sabiamente mudam na ventania...


Nenhum comentário: