sábado, 28 de março de 2015

minuano recorrente

não gritarei
mas quisera
dizer-me agradecida
ação move adiante
sempre ao sopro
do minuano recorrente...

não sem saber
hoje sei
sempre comigo
como um amigo
sopras desde fundo
desde origem
fazes voltas
retornas libertário
imaginário
frio
em assobio
desde pampas da infância...

sentir-te a cada tanto retornado
refaz forças
marca duelos
no mistério de ser
saber-se por aqui
a pé
ou a cavalo...

na luta à frente
ao sol
à chuva
no vazio
no apagado
encontro-te
passo a passo
minuano recorrente...


Nenhum comentário: