sábado, 28 de março de 2015

ampla serenidade

calam-se vozes internas de tristeza
cultivá-las seria dar-lhes amplitude
melhor dar olhos
boca
ouvidos
à energia iluminada de sentidos...

faz-se manhã na tarde de claridade
florescem lírios
dálias
margaridas
alma florida no suave colorido
brinca comigo em ampla serenidade...

Nenhum comentário: