domingo, 8 de junho de 2014

inverno chega devagar...

                                                                             photo by maude poesia

inverno chega devagar
divagar em poesia
cria espaço
laços se estendem
desobrigam orientação
tempo de introspecção
amplia a alma pensativa
desamparo de verão...

ásperos dias
descrença temporária
rudeza assombrada
reflexão confirmada...

balançam galhos alheios
à tanta movimentação...

andam os dias
copiam alvorada
inventam certeza
gritam grito alarmado
sabores de junho chegado...

aprofundam-se pensamentos
adornam inventos
doem pesares
noite chegada
inverno vizinho
só estrada
certo final...

insistem ramos
pendentes ainda
iluminam
ensombrecem
balançam
desabam
acabam morrendo
caídos ao chão...

decerto ensinam
fascinam
entardece
noite cresce
amarga estação...

pensar oportuno
impõe-se decidido
gesto desoprimido
andar definido
canto e oração...

Nenhum comentário: