quinta-feira, 21 de março de 2013

vaga de vento da poesia

                                          imagem em giselepontes.blogspot.com
 

no fundo olhar encontro
olhar de amorosa companhia
no abraço quente de afeto
abraço forte
abraço ousadia...

não foge sentido de vivência
demência certa
não entender
no tempo o não esquecer...

passos perdidos
tecidos planos
enganos tontos
colheres tortas
portas ao desentendimento...

rugem ventos
trovejam palavras
sentenciam ações
sobrevivem intenções
não movimentos desejados
não planejadas emoçoes...

entender
desentender 
aceitar contradições
noites de partida
rumo à vida...

faz-se internamente o ser
desfaz-se ao amanhecer
constrói-se ao frio da tarde
na vaga de vento da poesia arde...

Nenhum comentário: