sábado, 1 de dezembro de 2012

vida em constante explosão

                                                          photo by maude poesia


 houve um tempo
desatento de ter
costumeiro perder...

houve um tempo
atento de entender
aprende-se a ter...

ter o necessário
ter o sonhado
contentamento de viver...

ter os olhos no mundo
ter um segundo
ter tempo pra ser...

ser requer ter
ter a alma completa
ter a vida irrequieta
ter deslumbramento no vento
do dia
do riso
da alegria...

houve um tempo
há um tempo
de ver com olhos de enxergar minúcias
detalhes escandalosamente belos
simplicidade de universo em expressão
vida em constante explosão...

Nenhum comentário: