terça-feira, 11 de dezembro de 2012

porque me importo


                             dois pratos veganos - salada de massa com tomates, azeitonas e castanhas,
                                                                           temperada com salsinha e azeite
                                                         salada de alface com manga, temperada com suco de laranja
                                               photo by maude poesia



deixar-se seduzir
por midiáticos valores
por sabores induzidos
na mente distraída
levam à perda da saúde
trazem tristeza à vida...

disposição corajosa
saborosos resultados
no corpo
na mente
no humor
na amizade com o outro
na relação consigo mesmo...

utilidade do empanturramento
tormento ao corpo
desgosto
tristeza por ver-se na correnteza
da insatisfação
da má alimentação
da falta de alegria...

comer bem não significa
não ter prazer à mesa
que não seja o falsamente indicado
pelo marketing de plantão...

amar-se
alimentar-se com cuidado
trazem satisfação
trazem conforto corpóreo
também espiritual...

mais próximos do grande espírito ficamos
se bem nos alimentamos...

se consideras isso falácea
não te julgo
apenas lamento...

não invento
há anos verifico
saúde corporal
mente saudável
passam por ingestão de alimentos
que não nos agridam
que coincidam com nossos propósitos
de crescermos
de estarmos mais próximos do grande pai de todos
que tem o nome que lhe quisermos dar
ou não tem nome nenhum
se assim decidirmos
mas que está perto
se chance lhe dermos...

porque me importo com a alegria
porque percebo em mim o resultado da dedicação
abro minha alma
mostro a razão de alegres sentimentos
de esperança quando quase não há nada em que acreditar
afirmo que comer com critérios definidos
é planejar
é decidir
por qual caminho se deseja ir...

há muito sou vegetariana
muitas críticas recebo
também percebo que as recebo rindo
há tempo para as coisas a gente entender
também há tempo para deixar de sofrer...

amo a vida
escolho com parcimônia o que como
às vezes tenho meus deslizes
não sou perfeita
não desejo sê-lo
pratico yôga
o que me põe na vida também outro sentido
estou no caminho vegano
não por engano
por desejo de leve sempre estar
aqui
agora
amanhã
até quando meu caminho determinar
com alegria
com paciência
com sentimentos tirados da reflexão atenta
que nada lamenta
tudo inventa
com ampla liberdade
com alegria no viver...



Nenhum comentário: