domingo, 16 de setembro de 2012

por tantas lembranças queridas

                                                                        photo by maude poesia


de céu ensolarado
a véu bordado de escuras nuvens
dobram-se galhos aos ventos
à chuvarada...

trovões na primavera anunciada
da infância imagens
trazidas nesta paisagem...

às margens do arroio após a tempestade
passagem de ramos caídos
na forte correnteza perdidos...

à indelével tinta
a força da natureza pinta
para sempre a passagem...

dias de chuva
quebra da rotina
inquietação aos adultos
às crianças despreocupação
promessa de barco a navegar
na mente a distante lugar...

ao som dos pingos lá fora
sonolenta a alma agradece
na prece instintiva
pela infância fundamento
pelo alimento da vida
pelo teto
pelo chão
pelo verde molhado
pela flor prometida
por tantas lembranças queridas...

Nenhum comentário: