terça-feira, 31 de julho de 2012

em quase agosto

                                                                  photo by maude poesia


primavera espera
hora pra chegar
inflorescência se apressa
deseja se expressar...

em meio à tarde ventosa
rosa no azul em véu
em quase agosto
exposto gosto
de alegria
ao contemplar o céu... 

4 comentários:

Felisberto Junior disse...

Olá!Boa noite!
Tudo bem?Vera!
...ah..no tempo frio e com ventos penso nos momentos de dificuldades,
sabendo que por mais rigoroso que seja o inverno, chega logo a primavera. É com essa certeza que aqueço meu coração, e volta a esperança e a confiança...
Obrigado pelo carinho das palavras em meu blog!
Muito feliz por compartilhar de sua amizade!
De coração!
Boa quarta feira!
beijos

Vera Luiza Vaz disse...

Amigo Felisberto, gosto de ver a expressão poética da juventude. Emociono-me ao ler teus versos... Eles me dão a certeza de que o espírito da poesia estará presente sempre!
Grande abraço!

Anônimo disse...

Pois, Maude...

Em quase agosto
olho meu rosto
no Espelho d'Alma
contemplação...

Em quase agosto
rugas no rosto
apraz-me a calma
desta Estação...

Em quase agosto
lembro Quimeras
das Primaveras
no coração...

Grato, por me inspirares com teus lindos versos - cujos títulos são singularmente poéticos!
Abraço franciscano!
JJ!

Vera Luiza Vaz disse...

Em quase agosto o gosto de amizade traz primavera ao coração...
Obrigada pelos versos, pela presença, pela gentileza de sempre, meu querido amigo JJ poeta!