sexta-feira, 20 de julho de 2012

amigo... água pura no deserto...

                                                                               photo by maude poesia



amigo
tua amizade
privilégio
tua atenção
bênção
teu carinho
afago no coração...

teu olhar
conforto
tua mão
amparo
tua presença
longe
perto
água pura no deserto...

A todos os meus amigos, um abraço agradecido no Dia do Amigo...
A foto que ilustra o poema é de Vita - cadelinha que está conosco desde 2004- recolhida da rua.
Há alguns meses, deu prova de carinho, apreço e proteção a sua dona, quando entrou em luta com um cão muito maior do que ela, quando na rua passeava, para supostamente defendê-la.
Teve seu maxilar fraturado, mas valentemente recuperou-se após difícil cirurgia.
Prova de amizade que os animais nos dão a todo o instante.
Também a eles, meus cotidianos amigos, homenageio hoje.
Obrigada a todos que me honram com suas presenças, anunciadas ou anônimas, dando-me ânimo e coragem para ir adiante... poetando...
Repito que a amizade, no meu modo de entender as relações, é o mais benfazejo sentimento, o mais amorosamente belo, encantador e abençoado!
Obrigada pela tua amizade!
Feliz Dia do Amigo!
Abraço!

4 comentários:

Giuliano disse...

Un carissimo saluto con abbraccio e bacio.Anche se non scrivo ti leggo sempre.

Vera Luiza Vaz disse...

Grazie, caro amico Giuliano!
La tua amicizia è un dono di Dio!
Abbraccio!

Anônimo disse...

Pois, Maude...

Após uma certa ausência, passando aqui - neste Recantinho Encantado -com minha mão sempre estendida de amigo, embora meus "chás de sumiço"... É que, às vezes, preciso sumir um pouco para ruminar as mazelas, as reticências de minha existência...
Parabéns, pelo belo poema de versos curtos e profundos! E, ainda, por teres (belamente) ilustrado teus versos com essa cusquinha amorosa - com seu jeitinho humilde e olhos de mansidão e de ternura... Devo te dizer que me fez grande bem ao coração olhar/conhecer a "Vita" e sabê-la recuperada do momento difícil e dolorido que passou!!
Aqui, deixo-te meu abraço - sempre franciscano - que é para a fiel e corajosa "Vita", também!
JJ!

Vera Luiza Vaz disse...

Amigo Poeta JJ,amigos nunca se ausentam...Ficam sempre ali no cantinho mais afetuoso do coração...

Quando a lembrança chega até esse lugarzinho, o sorriso invade a fisionomia, nada há que entristeça, nada há que não seja agradecimento pela amizade...

Amo meus amigos, os de longe, os de perto, os que vejo seguidamente, os que ainda pessoalmente não conheço, mas todos indelevelmente já marcaram minha vida com seus gestos, suas palavras de ensinamento, de amparo...

Amigos são como fresca brisa em tarde quente de verão, calor aconchegante quando bate o minuano enregelante...

Quando teu coração se mantiver um tanto encasulado,podes crer, meu amigo, um outro coração está ali ao lado...

Tens razão ao observar os olhinhos de Vita. Ela é toda gratidão, afeto e companheirismo.
Uma leal e sincera representante dos amigos. Por isso escolhi sua imagem para enfeitar o poeminha.

Obrigada pelas palavras de encorajamento e apreço.

Grande abraço!