quinta-feira, 28 de junho de 2012

viver um outro dia

photo by maude poesia


no canto alegria
também tristeza
poesia põe mesa...

esconde com habilidade
tece com paciência
mostra beleza
demência
de si
do estranho
do errante
do apaixonado...

poesia não tem cuidado
ama verbo desvelado
recorta sentimento
passageiro
implanta noutro lugar
poesia odeia rimar...

chega no horário
certo
errado
enxerga azul
assombrado
presente
passado...

poesia
gato mimado
cão faminto
cansado
anda de frente na vida
poesia não se faz encolhida...

simples propsta
misteriosa resposta
postura diriam esquisita
não a deixa aflita...

incomodada
com ações maldosas
não suporta hipocrisia
não atura preconceito...

defeitos
por certo os possui
procura superá-los na reflexão
perdão busca na oração...

novo dia
desafio
novo verso
soprada energia
ao encontro do sonho
do infinito sabor
de viver um outro dia...

Nenhum comentário: