sábado, 2 de junho de 2012

tardes no aeroclube

                                                                          photo by FlightAware

ah... saudade de antigos voos
asas de adolescente emoção
céus de sonhos feitos
paisagens de nativo chão...

ao manche mano hamilton
abrindo ares desconhecidos
sentires na mente gravados
até o final dos dias...

bons tempos no céu
pra navegação
na terra olhos de lince
acompanhavam incursão...

ah... tempos de asas abertas
pra vida em amanhecer
nas tardes no aeroclube
até o sol escurecer...

4 comentários:

Felisberto Junior disse...

Olá!Bom dia!
Tudo bem?
...a necessidade de exprimir o afeto, as emoções e as lembranças articulam-se em versos a uma silenciada sensação, que não será jamais expressa em palavras...chegará o dia, em que "andaremos" no ar, como se fosse na terra...
...o comandante Hamilton e seu manche, bela inserção...
Bom final de semana!
Obrigado pelo carinho de sempre!
Beijos com carinho!

Vera Luiza Vaz disse...

Amigo Felisberto, foram lindas as tardes da adolescência no aeroclube de Bagé! A memória canta ao ver a foto de uma nave como a da postagem. As recordações se fazem versos vindos do fundo da alma...
Boa semana para ti!
Agradecida também pelo carinho!
Afetuoso abraço!

J.J. Oliveira Gonçalves disse...

Pois, Maud, olha só...

Que vontade de voar
no teco-teco amarelo...
Leveza e céu desfrutar
sob os acordes de um cello...

Ser passarinho contente
com asas de Liberdade...
Semear do Sonho a semente
em prismas de Claridade...

Nesse céu de Infinito
em gostosa Solidão
O meu verso - o mais bonito
em "loopings" fazer canção!

Abração poético,
JJ!

Vera Luiza Vaz disse...

Querido amigo JJ, concordo contigo!
Esse amarelinho é pura vontade de voar e voar lá no céu feito passarinho...
Obrigada pela gentileza da viisita e do poético comentário!
Grande abraço, meu amigo!