sábado, 2 de junho de 2012

flor e lua

                                                                           
                                                                               photo by maude poesia

quietude se faz poesia
alma silencia
coração acalanta
canta alegre esperança...

enuvia céu na aparência
urgência de nada
noite chega devagar
passos leves na saudação
dia finda caminhada...

meia fofa no pé
foguinho a crepitar
anunciar de magia
sossego ao fim do dia...

 noite não traz estrelas
quase cheia
meio encoberta
solidão não sentirá
na escuridão da rua
flor acompanha lua...

2 comentários:

J.J. Oliveira Gonçalves disse...

Oi, Maud...

Vê: flor e Lua
têm tudo a ver...
A Lua é um flor
que dança - sensual
no céu...

Quem sabe,
uma cálida açucena
um luminoso poema
uma etérea falena
um encantado Farol...

Ah, a Lua é uma mulher
amante cheirosa e nua
que segue em vão e em silêncio
pelos desvãos de meus ais
os passos meus pela rua...

Abraço poético!
JJ!

Vera Luiza Vaz disse...

Obrigada,amigo poeta,pela brilhante poética intervenção!!

Retribuo abraço poético!