domingo, 27 de maio de 2012

des...folhar

                                                                         photo by maude poesia

não canto o amor
a paixão
desse canto me afastei
por quanto tempo não sei...

saudade de alegres momentos
essa... sim... tem seu lugar...
desencanto
desilusão
deslealdade
esses des deixo passar...

descrer dos sentimentos
hum... não é a questão
apenas o coração
precisa de descanso
amou de paixão composto
sofreu de amplo desgosto
aí estão outros des...

iludir-se é próprio
de juventude
despois de um tempo vivido
ilusão não tem sentido...

amor... ah...sei...
não tem idade
exige sinceridade
isso... sim...

sentimento virou mercadoria
alegria veste-se de despeito
mentira pinta-se de verdade
desrespeito é realidade
outros des...
assim não tem jeito
preciso de claridade...

num outono feito
de amarelecidas folhas
prefiro o ornamento da calçada
pelo lindo des...folhar...

2 comentários:

J.J. Oliveira Gonçalves disse...

Querida Maude, para ti...

Essas folhas pelo chão
Caídas... em abandono
São versos do coração
Retrato do meu Outono...

São rimas em profusão
Ai, frágeis - áureas Ternuras...
Dos Sonhos meus a Ilusão:
Já desbotadas Venturas!

Essas folhas, minha amiga
Que foram verdes - um dia
São notas de uma cantiga
Concreta e quieta Poesia!

Me lembram Transmutação
Calmo Ocaso da Existência...
Mágoas, talvez... Solidão!
Estoicismo - em sua Essência!

Com bageense e franciscano abraço!
JJ!

Vera Luiza Vaz disse...

Amigo poeta JJ, com alegria recebo o poema!
Alegria pela dedicatória, pela presença,pela magia dos versos, mas acima de tudo pela demonstração de carinho, de amizade...
Obrigada, meu querido amigo!
Retribuo com afeto o bageense e franciscano abraço!