quarta-feira, 18 de abril de 2012

o mais que perfeito/ / como dizia o poeta




o mais que perfeito (Vinicius de Moraes)

Ah, quem me dera ir-me
Contigo agora
Para um horizonte firme
(Comum, embora...)
Ah, quem me dera ir-me!

Ah, quem me dera amar-te
Sem mais ciúmes
De alguém em algum lugar
Que não presumes...
Ah, quem me dera amar-te!

Ah, quem me dera ver-te
Sempre a meu lado
Sem precisar dizer-te
Jamais: cuidado...
Ah, quem me dera ver-te!

Ah, quem me dera ter-te
Como um lugar
Plantado num chão verde
Para eu morar-te
Morar-te até morrer-te...




Como dizia o poeta (Toquinho e Vinicius)

Quem já passou por essa vida e não viveu,
Pode ser mais mas sabe menos do que eu.
Porque a vida só se dá pra quem se deu,
Pra quem amou, pra quem chorou, pra quem sofreu.
Quem nunca curtiu uma paixão
Nunca vai ter nada, não.
Não há mal pior do que a descrença,
Mesmo o amor que não compensa
É melhor que a solidão.
Abre os teus braços, meu irmão, deixa cair.
Pra que somar se a gente pode dividir.
Eu francamente já não quero nem saber
De quem não vai porque tem medo de sofrer.
Ai de quem não rasga o coração,
Esse não vai ter perdão.
Quem nunca curtiu uma paixão,
Nunca vai ter nada, não.


Nota: Duas versões... Maria Bethania, a primeira, com poema de Vinicius ao início.
 Vinicius e Toquinho, a segunda.
 Escolha a sua preferida e comemore a alegria de viver e de amar!
Abraço!

2 comentários:

Giuliano disse...

Vinicius e Toquinho 10 e Lode
Maria Bethania solo 10
Un grande bacio

Vera Luiza Vaz disse...

Concordo plenamente, Giuliano!
Eles são 10 todos igualmente!
Bacio!