quinta-feira, 19 de abril de 2012

arte vem do coração



                                                                    photos by maude poesia



canto vida
arte de viver
poesia
não canto o efêmero
não faço gênero...

verdade
ferramenta presente
diariamente
verdade do coração
da ação fundamentada
no compromisso
não no omisso agir...

verdade da alma
da comunhão com a natureza
de beleza exemplar
de simplicidade singular
de generosidade
infelizmente invisível para tantos...

em prantos levam o dia
reclamam até da poesia
de sentir
de ser
de saber do infinito da hora
de crer em si
no agora
vivido de bem com a vida
com alegria assumida...

não se suprime a luta
na conquista do desejado
qualificado...

justiça ampla
fundamento de respeito
conduz no cotidiano jeito
de sentir qualquer questão
do fundo do coração...

perdoem-me
perco a paciência
diante de tanta demência
agindo por este mundo...

gente maldosa
ações de vil sentido
posições de torta postura
envergonham a quem
vergonha tem...

causam distanciamento
não quero esse convívio
não quero mentira à porta
não quero dissimulação...

amo a cara lavada
cara de coragem
de claridade
de sinceridade assumida
diante de tudo na vida...

talvez assim se explique
admiração pelos bichos
de sincera amizade
de verdade no olhar
fidelidade
companheirismo
efusivamente expressos...

também pela natureza
amor e gratidão se explicam
por tudo de bonito a criar
nossa vida a embelezar
sem nada nos solicitar...

canto a vida... então...
a arte de viver
a poesia
não canto o efêmero
não faço gênero
arte vem do coração...

Nenhum comentário: