terça-feira, 10 de abril de 2012

alegria se impõe


      Biblioteca Pública de Pelotas - RS - Brasil
      photo by Marília Vaz


alegria se impõe
põe na boca sabor
de fruto da estação
põe no rosto
sorriso largo
olhar aberto...

corpo inquieto
constata vida a fluir
sentir o mundo afável
desde o mundo interno...

alegria impõe calar
ouvir interior
sentidos inusitados
no tempo mostrados...

alegria percorre salas
sobe amplas escadarias
atravessa umbrais
ressente-se por vezes
revezes não permanecem
crescem à luz e à esperança
irmãs de tempos passados
nos sobrados da lembrança...

verbos mudam sentido
sonoridade transita
aflita não se sente a alma
calma amplia visão
ao longo do dia surgem
pensares de nova face
entrelaçam-se com a noite
tristeza veste alegria
enfeita o fim do dia...

8 comentários:

São disse...

Sentir desde o mundo interno faz com que vejamos o exterior mais suave...

A foto esrá um encanto: que escadaria linda!

Bons somnhos, amiga

Vera Luiza Vaz disse...

Amiga São, tua sensibilidade, tua gentileza e tua amizade são presentes que a vida generosamente nos dá...
Resta-me agradecer...
Obrigada, querida amiga!
Abraço!

Giuliano disse...

La felicità fa parte di noi ed a volte basta poco per farla esplodere trovare quel poco può essere difficile...

roxana disse...

Ahh, sometimes I'm so frustrated I cannot understand better your poems, Vera Luiza!... I can only guess their value, like precious gems passed on from one generation to another.

But even though I don't fully understand the words, I can always feel your gentleness, and the warmth and candor of your heart...

Vera Luiza Vaz disse...

La felicità è dentro di noi, mio caro amico Giuliano!
Grazie per la vostra gentile presenza!
Abraço!

Vera Luiza Vaz disse...

Dear Roxana, The main thing is that we feel and see behind the words... And although distance, we can be friends and share feelings and motives of having a better life...
I thank everyday for having the most value of all: friends!
Love and peace form Brasil!

Luís Coelho disse...

A alegria se impõe de dentro para fora tal como o sorriso aberto e franco.
Tudo na nossa vida está presente em nós com a força da esperança que nos faz ser mais humanos e cordiais
Conjugação do passado ao presente

Vera Luiza Vaz disse...

Caro amigo Luis Coelho, a alegria toma conta de meu coração, diante da acolhida que meus poemas recebem de ti e de todos os amigos que aqui chegam e incentivam meu poetar...
Obrigada pela gentil presença e pelos comentários sempre plenos de sensibilidade...
Abraço!