sexta-feira, 16 de março de 2012

Saudade - Maria Bathania- intertexto



Maria Bethânia no Teatro Abril, em São Paulo. 10/12/2009
 Música "Saudade", de Chico César e Moska.

Saudade a lua brilha na lagoa
Saudade a luz que sobra da pessoa
Saudade igual farol engana o mar
E imita o sol
Saudade sal e dor que o vento traz

Saudade o som do tempo que ressoa
Saudade o céu cinzento a garoa
Saudade desigual
Nunca termina no final
Saudade eterno filme em cartaz

A casa da saudade é o vazio
O acaso da saudade fogo frio
Quem foge da saudade
Preso por um fio
Se afoga em outras águas
Mas do mesmo rio

-----------------------------------------------------------------------------------------
saudade (maude poesia)

saudade eterno tema
inspiração
saudade volta sempre
contramão
saudade como um rio
nunca pára de correr
saudade bem e mal
de se viver....

saudade gaveta fechada
precisa ser aberta sob o sol
saudade debaixo do lençol...

saudade sentimento
ternura
saudade infância
travessura
saudade crianças
brincando no quintal
saudade imenso pôr-do-sol...

saudade do que foi
do que será
saudade de um tempo que virá
saudade desafio
memória caminhar
saudade  momento
lugar...

6 comentários:

Giuliano disse...

Nostalgia del conosciuto curiosità dell'incognito.
un bacio

vera luiza vaz disse...

A saudade é um sentimento que nos acompanha sempre.
É bom ter saudade...
Obrigada pela presença, caro amigo Giuliano!
Un altro bacio!

São disse...

Grande intérpreye, poderosa voz. Infelizmente nunca a ouvi ao vivo.

Um abraço.

Luís Coelho disse...

Parece-me que os poemas e as músicas mais notáveis são aquelas que falam de amor. Essas musicas transportam uma mensagem que entra no coração e a música ajuda a vivê-la plenamente.

vera luiza vaz disse...

Obrigada pelo carinho da presença, São!
Ao vivo, Bethania é um mar de emoção...
Abraço!

vera luiza vaz disse...

Luis, a dupla de compositores, Chico Cesar e Moska, é sempre muito feliz nos poemas e melodias.
Concordo... Amor é tema de profunda inspiração e saudade combina perfeitamente com amor...
Agradeço o carinho do comentário!
Abraço!