domingo, 19 de fevereiro de 2012

à luz a expressividade

                                                                                                                               fotosimagens.com
                                                      

quieto o agora
da cor da hora presente
harmonia desejada
desnudada a grafia
escondida a filosofia...

em vão ou não
tenta a vida entendida
desentendida por certo
em rumo sempre inquieto...

calma poética assombra
à sombra mil ansiedades
poesia consome véu
remove tristeza
insinua saudade...

profundo veio na garimpagem
drenagem na matéria retarda
ampara o anjo solene
à luz a expressividade...

Nenhum comentário: