sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

summertime II - chuva à janela

                                                                                                 googleimagens

tempo de verão
dias acalorados
noites abafadas
onde...
aqui janeiro segue
vento de primavera
encontra inverno à espera
chuva à janela...

dia de calmo repouso
ouso crer
ouso orar
a insânia do mundo
sempre quer me controlar...

lamento de quente tempo
tirania do momento
desaguam na calmaria
da serenidade do dia...

ah.. profundas águas se movem
correm sonolentas no leito
do rio em estreitas correntezas
levadas ao sopro do vento...

de palavras são os sentidos
transmutados desde o interno
eterno amparo de alas
à espera
na chuva à janela...

Nenhum comentário: