domingo, 18 de dezembro de 2011

estranhamento e canto

                                                               chuva que chega em Rio Grande - RS
                                                                                               photo by Jesus Carrasco via Karen Botelho 
                                                    
                                                                         
canto um canto de manhã engaroada
quieta... desperta...
sem o canto da passarada
dormem por certo
sentindo perto a chuva anunciada...

canto um canto de contentamento
levado ao vento
de raízes abençoadas
no entanto espanto espanta
sentimento ensimesmado
estranhamento de estranho que passa ao lado...

estranho vozes de preconceito
preceitos falsos
sem fundamento
a ferir sonhos
a encobrir buscas
a impedir voos
a qualquer custo...

estranho comportamento
tido atual
normal
de elegante sentido
a ferir ouvido
a machucar consciência
cheiro a demência...


estranho alegria
com mascarada verdade
ferir com arte...

no entanto canto
hei de cantar a vida
o descortinamento de mentes
de corações contentes
num despertar de dia sem garoa
num cantar que voa
além... muito além do tido entendido...

2 comentários:

Junção de Idéias em EVA disse...

Que lindo!!! Parabéns, que bom que a foto publicada te deu inspiração... mas pra quem sabe escrever como tu, qualquer foto é inspiração!! Bjão, adoro-te!!

vera luiza vaz disse...

Obrigada pelas lindas palavras!Há muito sei que em ti elas fazem sempre sentido...Bj