quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

basta apenas diagnosticar...

abundam estereótipos
nestes tempos tristes
nada faz refletir
ação virou ativismo
tudo é desvairado modismo...

chega a nova estação
ah... novo guarda-roupa
novos looks
mesmo que novas
estejam todas as outras
do ano passado
ah...mas passado não está na moda...


impessoais posturas
sem originalidade
essas... sim... desbotadas...
plenas de ostentada vaidade
de valores apregoados
sem reflexão aceitos
eleitos sem consideração
adotados pela discutível aparência
disfarçados em enganosa eloquência...

sentido pra que será...
perguntam-se certamente
os alegres bobos da corte
andam em passo tangido
o riso é como um gemido
mas é alegria geral...
um imenso carnaval...

tudo parece permitido
parece ter lugar
máscara de conteúdo vago
esconde ausente sentido...

enganoso parecer
modismo grilhão
faz prisioneiro o ser
escravizado pela vaidade
pelo orgulho de fazer
o que é anunciado
dentro do que dita a moda
acorrentado ao ardil do padrão...

pensam ganhar os incautos
espertos marqueteiros
sua lei é o ganho em dinheiro
para tanto fundamentam
no engano seu argumento...

aos bobos
aos ignorantes
prendem-nos facilmente
com falácias
com trivialidade
vendendo sonhos inventados
a pobres loucos coitados...

desrespeitosas inverdades
inventadas necessidades
de lastimáveis bases
pululam pelas mentes tortas
arregimentam tropas
de insensatos
levianamente chamados
consumidores...

consomem gestos
jeitos
artigos
alimentos
consomem até o vento
se estiver bem embalado...

viajam sem decidir
se querem mesmo ir
ou para onde
voos superlotados
ônibus abarrotados
de gente
feito gado
do tipo maltratado
gado tem tratamento mais respeitoso
não pode perder peso
este é valioso...

o bom está anunciado
o que se quer foi decidido
pela mente de outro qualquer
que nos quer ver sobreviventes
enganados em nosso querer...

chegam as festas de final de ano
falácias redobram
cobram consumismo
ativismo de procura
incentivo...
propaganda alucinada...
consuma...
consuma...
ou suma desse moderno inferno...

coma isto
beba aquilo
mas coma muito...
beba mais ainda...
solte rojões mil...
(pois não disse na tv que será feito de modo ecológico...)
então... coma hipocrisia...
fira
destrate gente
maltrate bicho
faça muito... muito barulho...
o silêncio lhe diria
o quanto está logrado
com o que lhe foi anunciado
com a mentira em que se meteu...

ao final
nada sobrará de sua parte humana
ou será que foi essa parte
que o fez agir assim...

ah... mas aí... então...
vem outra enganosa constatação...

está infeliz
tome x
e se sinta bem...

está infeliz
vá a médico x
faça o exame y
tenha o plano de saúde z
o melhor
para garantir
que você continuará infeliz...

mas é final de ano
você está muito feliz...
fará muito barulho
gritará
xingará
esbravejará
empanturrar-se-á
embebedar-se-á
quem sabe até atropele
ou mate alguém
porque você morto já está
basta apenas diagnosticar...

Nenhum comentário: