sexta-feira, 17 de junho de 2011

parte do dia se vai...

tarde de chuva sem chuva agora
demora ao andar
calar faz parte
conspira o tempo
expressão sem pressa
arrisco ser em versos
abertos espaços de tudo
contudos e entretantos
presentes em ausente céu
encoberto como a noite da alma
calma restrita
atrita vento ao rosto
esboço de face
pedaço de arte
parte do dia se vai...

Nenhum comentário: