domingo, 1 de maio de 2011

esconde-se

esconde-se o dia
empresta-se à luta
infiltra-se o raio
de luz...

anima-se o corpo
fere-se o desgosto
cria-se espaço
de expressão...

nega-se afeto
come-se quieto
enche-se o coração
de ilusão...

perde-se o contato
nega-se o abraço
ilumina-se a vida
em oração...

Nenhum comentário: