domingo, 3 de junho de 2018

esperança tardia

muda
muda
muda
sem poética fala...

muda
muda
muda
transforma...

retorna do escombro
assombro
soluço se cala
sem nada...

do fundo do abismo
grito
ecoa
atordoa...

cansaço do dia
impõe energia
luta insana reclama
afugenta delírio
madruga esperança tardia...

terça-feira, 17 de abril de 2018

dezessete inquieto

neste dezessete inquieto
de esperanças outonais
quais folhas quase mortas
postas de lado
murcham
amarelecem
pendem
nada mais as sustenta
sonham sonho
promovem dança
balançam tranças
dourados cachos
rebolo do tempo
antigo invento do vento...

crer na possível primavera
impera no espaço
gritam bem-te-vis no alvoroço
esboço
esquete
alimenta...

quarta-feira, 21 de março de 2018

vida com vida

cardíacos batimentos acelerados
cuidados
medos
expectativas
acompanham proposta
desde convite...

primeiros movimentos
postura da mestra
finura
leveza
incentivo
cativam...

alma inicia voo
abençoa corpo em desalinho
notas se espalham no ar
lançam-se no espaço
corpo e alma desejam voar...

primeiros passos
sentidos ao vento
abandono novamente repouso
ouso
inexiste tempo
hoje traduz movimento
puro encantamento...

universo em resposta
aposta outra vez na vida
ela te convida a dançar...

domingo, 11 de março de 2018

em amplo abraço

inesgotável energia
crescente ousadia
se mostram
se gostam
se instalam
abalam estruturas
rompem confinados espaços...

revela-se dia
sol escuridão ilumina
vida fascina...

quebram-se conceitos
jeitos nascidos
gestados na busca
gerados na vontade
invadem vida
concretizam esperança...

dança alma feliz
sempre aprendiz
leva corpo no compasso
em amplo abraço...

sábado, 3 de fevereiro de 2018

o resto apavora

olhar o simples
simplesmente
o resto apavora...

andar devagar
desentender
melhor...

impedir o triste
desbravar
não sossobrar...

hibisco floresce
tomateiro frutifica
couve esbanja verdor
sabor...
doce sabor...

olhar o simples
simplesmente
o resto apavora...

caminho de enxergar
o que não se quer ver
tentar entender 
o que não tem sentido
doído...
doido...
já sabido...

olhar o simples
simplesmente
o resto apavora...

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

na fronteira

outro tempo
amanhece
na estrada...

outro pensar
se mostra
agora...

outro sentir
se revela
lá dentro...

silêncio das horas
na fronteira
universo em mim...

domingo, 14 de janeiro de 2018