sábado, 27 de outubro de 2018

Krishna Das and Deva Premal Mere Guru Dev w/lyrics Webster Hall NYC

singela sinfonia


mantra ecoa leve
do telhado chuva faz companhia
mansos pingos abençoam flores
verdes folhas cantam
almas se alimentam
singela sinfonia
vida irradia luz
conduz passos
braços em abraços
ampla gratidão
força emana
expande brilho
deposta sombra esvai
cai chuva devagar
doce sabor
luta irmana
ensina aguerrida alegria
lares dos cotações se incendeiam
profundo sentimento de amor...


quinta-feira, 25 de outubro de 2018

à música do dia

significado
sentido
sentimento
ativo entendimento
antigo ver
novo saber
entrelaçam-se
abraçam-se num profundo louco desentender
ou tudo compreender de vez...

insensatez à mostra
nuvem de trás da porta
assim sorridente
transcendente
complacente
à música do dia
em perfeita companhia de si mesma...

sábado, 13 de outubro de 2018

universo

universo fez-me rebelde
assim me entendo
vou vivendo
na teimosia
agonia presa na garganta não fica
não habita coração
rebela-se
não se atrela ao comodismo
ao exposto como solução
ao comodismo do brilho nefasto...

me afasto
me aconchego às minhas reflexões
no tempo necessário ao entendimento
ou no desentendimento definitivo...

cultivo meus interno e externo jardins
minhas rosas sabem de mim
afofo a terra das leguminosas na horta do coração
elas me escutam
lutam na intempérie primaveril
balançam ao vento tocado ainda pelo minuano
gestam as vindouras flores pra receber os beijos das abelhas e borboletas
na celular disposição de vida
guarida da força do universo...

segunda-feira, 13 de agosto de 2018

pra não dizer que não falei da flor...

licença... poeta vandré
verde me move
comove
sensibiliza
enraíza em mãe
pai
antes até...

verde da infância
da sabedoria ancestral
da vivência
da abstinência
da fartura
verde verdura...

verde da dedicação
do sim
do não
da labuta
do desconforto
do alento
verde vento...

verde da aprendizagem
do pasto pra vaca
da seca
da falta
verde água...

verde da esperança
da trança do tempo
da plantação pela vida
do caminho
dos sonhos
das conquistas
das perdas
verde lida...

verde das lembranças
do esquecimento
do sangrar
do sarar
do interno conspirar...

verde no céu nublado
no céu ensolarado
na primavera da natureza lei
no botão promessa de flor
pra não dizer que dela não falei...

segunda-feira, 23 de julho de 2018

livre ser

acima da tempestade noite estrelada
alma encantada sorri
indelével força impulsiona voo
nada destoa
tudo ilumina...

mistério do tempo
herança de poder ser
ser inteiro
magia no trajeto
escolha do olhar
simplicidade
cumplicidade
na fala
na postura
na própria cura...

sussurro interno ecoa
não atordoa
descobre na luz
forte de dia de verão
difusa na cerração
saber de crer
saber de nascer
no passo
crescer no sonhar
realizar outra vez
sempre livre viver...

madrugada da tarde

porta quase se fecha
na espera
julho avança
tarde não cansa
afugenta descrença
impede soluço
obscuro assombra
à sombra da fé...

de pé gemido inaudível
descompasso desmonta palco
no tempo horas
rugem
esbravejam
invejam
celebram
no desconforto sem fim...

recôndito universo
desperta
se inquieta
enrubesce
sopra sopro em longo suspiro...

madrugada da tarde
arde peito
jeito refeito
fina garoa fascina...